Ford Mustang – Preparação para atingir 340,7 Km/h

5Quando decidiu colocar a preparação no leque de serviços de sua empresa, Fernando Baptista já tinha um plano traçado: atacar nos motores Ford, especialidade de seu pai, o “Seu” Baptista, há décadas. Assim surgiu a BTS, ramificação da Batistinha Garage, responsável pela montagem e acerto de bólidos que passam dos 1.000 cavalos e podem rasgar uma pista de aeroporto a mais de 340 km/h. “Começamos faz apenas três anos, mas percorremos um caminho de aprendizado que garantiu bons frutos”, explica o preparador, depois de conquistar a primeira colocação em uma prova de quatro mil metros a bordo deste Shelby GT500 fabricado em 2010.
A especialização em Ford, no entanto, se ampliou em poucos meses. “Hoje, a BTS tem estrutura e conhecimento para preparar qualquer modelo esportivo, como Porsche, Ferrari e até Chevrolet”, esclarece Batistinha, frequentador assíduo de competições tipo Track Day, Km Lançado e Standing Mile. Nestes eventos, o customizador-preparador-piloto se diverte e ainda prova como um carro dócil, com marcha-lenta estável, sem uma luz de emergência acesa no painel, pode ter 1.100 cavalos no motor e atingir 340 km/h de velocidade máxima em quatro quilômetros.

1

Nos motores V8, um kit de compressor para empurrar ar dentro dos cilindros é diversão garantida. Da americana Kenne Bell, o modelo 2.8 utilizado neste carro é relativamente pequeno, compacto, e não atrapalha o fechamento do capô. Mesmo preservando a originalidade externa, sopra 1,4 kg de pressão para fazer o 5.4 respirar de verdade.

2

“Este tipo de preparação já virou carro chefe da casa. Aqui, fazemos todo o novo acerto de injeção, necessário para readequar seus parâmetros de funcionamento, e confeccionamos o escapamento completo em aço inox”, explica Batistinha.

4

3As tubulações ganharam ajuda de um par de abafadores Magnaflow, grande responsável para um uso civilizado no dia-a-dia. Quem faz escândalo ao girar a chave de contato é a bomba de combustível de altíssima vazão, da Aeromotive, modelo A1000, instalada dentro do tanque. Mas, não é para menos: o Veoitão “mama” 85% de etanol + 15% de gasolina (E85) para girar os rolos do dinamômetro da BTS. Medidos nas rodas traseiras de 18”x10”, a potência chegou aos 816 cavalos, transferidos por um cardã de alumínio para o diferencial — para chegar aos 1.100, desconta-se aproximadamente 20% desperdiçados em atrito da transmissão e adiciona-se 100 cv de nitro. “O gás entra mais na função de esfriar a câmara”, relata o preparador.

Para andar nas ruas, a suspensão original até segurava a onda. Mas, quando a ideia virou passar dos 300 km/h, travar todo o sistema foi primordial para a segurança e dirigibilidade. Neste caso, Batistinha instalou barras de torção, amortecedores Koni reguláveis e molas Eibach. Com este conjunto especialmente desenvolvido para os Shelby, a carroceria baixou 1 polegada na dianteira e 1,5 na traseira.

6

Nos dias de andar rápido de verdade, como a competição realizada pela Driver na pista do aeroporto de Gavião Peixoto, no interior de São Paulo, Fernando instala pneus especiais Yokohama 255/35 na dianteira. Atrás, são drag radiais da Hoosier, na medida 305/35, os responsáveis por colocar os 110 kgfm de torque no chão.7

Esta força praticamente ignora o arrasto aerodinâmico, desvantagem do Mustang se comparado a outros superesportivos. Afinal, o carro já é um dos mais rápidos do Brasil em provas de velocidade (confira cobertura do evento na página 24), com 340,7 km/h, a melhor marca no percurso de quatro quilômetros.
“Este Shelby não chegou ao seu limite. O motor, com miolo original, vai receber peças forjadas e um compressor maior, que gera mais pressão e potência”, conta Batistinha, que assume ter errado ao alongar demais o diferencial para o dia da corrida. “A ideia era atingir 6.200 rpm na quinta marcha, mas chegamos apenas aos 5.200 rpm”, lamentou, confiante de que muito mais está por vir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: